[conjunto vazio]

Brejo Santo, treze de Agosto de 1944

In de: (...) para: (...) on dezembro 6, 2009 at 14:20

a pequena garota esperava alguém. alguém que ela não sabia quem era. mas ela sabia que quando essa pessoa a visse, a reconheceria de imediato. ocorria, para ela, que o contrário não era verdade. ela não seria capaz de reconhecer a pessoa que ela esperava a não ser depois que essa pessoa mesma se mostrasse. por isso, ela se sentia como em um jogo no qual ela era certamente sujeito, mas também assujeitada. elle est sujet et le sujet aussi. dando-se conta disso, sem se dar conta da arbitrariedade do que se segue, ela estabeleceu um conjunto de signos que ela deveria conservar para ser reconhecida pelo seu alguém. ela deveria conservá-lo o maior tempo possível, porque era a qualquer momento e a qualquer lugar que qualquer pessoa poderia deixar de ser uma pessoa qualquer. por sorte, ela não percebeu que, não bastasse a arbitrariedade dos signos que se esforçava por conservar, ainda era possível que, caso a pessoa a reconhecesse (porque havia a possibilidade disso não ocorrer), ela o fizesse por outros signos, exatamente na brecha daqueles que a pequena selecionou e conservou com tanto afinco. de qualquer modo, ela talvez nem chegou a supor tal hipótese porque ela era esperta o suficiente para saber que, caso ocorresse de alguém entrar pelas brechas de seus signos, isso não bastaria para que ela abandonasse a sua confecção assim como de suas brechas. rascunharia lacunas. os signos e suas brechas: ambos seriam uma mesma ponte que a levaria rumo ao seu destino. o seu sucesso ou a sua derrota: ambos seriam combustíveis para sua esperança.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: